domingo, 27 de janeiro de 2008

MEIRELLES (1930)


Em 1930, a Companhia Ferroviária São Paulo-Paraná, sob gestão inglesa,  engatinhava.
Poucos quilômetros após Cambará,  provavelmente  para o  escoamento do café das fazendas do município de Santo Antonio da Platina, foi construída a estação que recebeu o nome de Meirelles ( 15-4-1930). Ela não deu origem a núcleo habitacional, mas sobreviveu até 1990, quando então foi demolida, conforme narra Douglas Rabazoni.
A foto nos mostra essa estação quando ainda estava sendo construída, na ocasião em que recebia a visita do Contador e do Chefe de Movimento, respectivamente Benedito Monteiro e Carlos Eduardo Devienne ( 5º e 6º, da esquerda para a direita).

Clique sobre as fotos










Foto da estação já inaugurada.







Um comentário:

José Carlos Neves Lopes disse...

Flavio Simoes Meirelles conheço que nem a palma da mão, foi construida no meio de uma mata e em local bem desabitado, o nucleo mais proximo ficava a uns 3 km dali que era a fazenda Santa Olimpia, acredito q ela tenha sido construida mais como um ponto de cruzamento do que para recebimento de cargas, mais adiante uns 10 km ficava Niepso Silva q teria mais condiçoes de ter carregamento, Meirelles talvez tenha sido construida p carregamento de pedras p servir de lastro pq existe um pouco antes dela no km 39+800 um grande buraco resultado de uma pedreira, provavelmente esse seria o motivo da existencia dela, em tempo quem demoliu a estação foi o Sr. Jose Oliveira, famoso Zé Vermeio ja falecido q foi quem comprou a mesma da RFFSA p demolir e aproveitar os tijolos mais ou menos por 1990